Edição especial de Natal do Domingão da Família distribui mais de 1600 brinquedos

19/12/2011 22:07

 

 

Presença do Papai Noel, várias atividades e apresentações artísticas fecharam com chave de ouro a 18ª edição do programa.

 

Uma multidão de pessoas acompanhou na tarde deste domingo (18) a última edição do programa itinerante Domingão da Família em 2011, que chegou à Praça Raulino Alves Cordeiro com uma programação especial de Natal. O ponto alto do evento foi a chegada do bom velhinho, que fez a alegria da garotada com a entrega de quase dois mil brinquedos e pausa para as fotos. Todas as crianças presentes no evento levaram um brinquedo para casa.

Durante a distribuição, quem também esteve presente foi o prefeito licenciado Loreno Tolardo e a primeira-dama Ederci Sbrissia Tolardo, que acompanharam a entrega e aproveitaram o evento para desejar um Feliz Natal à população. “Só temos a agradecer por este ano, que certamente foi bastante produtivo, e desejar a todos um ano novo ainda melhor”, disse Tolardo.

A presença do Papai Noel e a arrecadação de brinquedos foi possível graças a uma extensa lista de colaboradores. Empresas, vereadores, secretários municipais, o Projeto Esporte Solidário (que arrecada brinquedos em contrapartida do uso dos ginásios esportivos aos fins de semana) e a mobilização da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, que organiza o evento, foram peça chave para o volume de brinquedos arrecadados. O evento também contou com a parceria do SESI, SESC e de todas as secretarias municipais.

 

O malabarista argentino Gustavo encantou todo o público presente.

 

Outras atrações

A programação reservou ainda outras novidades. Houve Cantata de Natal apresentada pelo Coral e pela Banda Municipal do Centro de Atendimento à Criança e ao Adolescente (CACA), regidos pelo maestro Ademir de Oliveira Silva, que trouxeram um belo repertório de músicas natalinas.

Brinquedos infláveis, barracas de artesanato, apresentações de dança do Projeto Atleta do Futuro e uma infinidade de opções de lazer para crianças marcaram a última edição do programa. Equilíbrio e irreverência também chamaram a atenção do público durante as apresentações de malabarismo do artista circense Gustavo. Tudo isso para fechar com chave de ouro o Domingão em 2011.

“Estou gostando muito desta edição, aliás, sempre venho nas edições do Domingão, minha filha adora”, contou a moradora do Itapira, Patrícia dos Santos, de 28 anos, que veio acompanhada da filha Stefany, de 8. Segundo informações da Prefeitura, a programação do Domingão será retomada a partir do ano que vem.

 

Aprovação: "Sempre venho nas edições do Domingão" - Partícia dos Santos, 28, moradora do Itapira.

 

 

Mais de 1600 brinquedos foram distribuídos. O mesmo número de crianças que foram abraçadas

pelo "bom velhinho" durante o Domingão Especial de Natal.Prefeito Tolardo

 

 

Prefeito Loreno Tolardo e primeira dama Ederci foram os primeiros a distribuir os brinquedos em conjunto

com a equipe da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer.

 

 

Minha opinião

 

Se tem uma coisa da qual posso falar com total propriedade é do tal Domingão da Família. O projeto teve início já no começo de 2009, quando a equipe da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer de Quatro Barras havia lançado mão da ideia de promover periodicamente um evento itinerante, que fosse realizado a céu aberto, mobilizasse a população com inúmeras atividades e, principalmente, percorresse todos os bairros do município. Inicialmente cogitou-se batizar o programa com o nome de Rua do Lazer, Dia da Alegria ou Domingo Familiar. Eu, que por virtude ou defeito, tenho em minha extensa lista de tietagem uma admiração especial pelo apresentador Fausto Silva (Domingão do Faustão), resolvi colocar a cereja no bolo, atribuindo ao evento um nome que caísse na graça do povo. Mas não era apenas um nome o que eu propunha. Queria algo que vinculasse ao formato sua própria identidade.

 

Eu buscava algo humano, exclusivo. Uma iniciativa que fizesse cada participante se sentir especial ao longo de sua presença na festa. Tudo isso porque a cidade possui um vasto histórico de investidas - do poder público e iniciativa privada - que se perderam pelo caminho já em suas primeiras tentativas, seja por falta de organização, estímulo, persistência ou mesmo por não estabelecer junto ao público um determinado grau de afinidade que tornasse tal proposta atraente a ponto de fazê-la vingar. Nós não podíamos nos dar ao luxo de cometer este mesmo erro. Em maio de 2009 (eu e a equipe SMCEL) resolvemos lançar o programa. Somente vivenciando o Domingão na prática, no primeiro contato com a massa, é que seria possível medir a febre. Mas estávamos calçados pela confiança do prefeito Loreno Tolardo, que desde o primeiro instante, ao saber das características que traria a novidade, não mediu esforços para tornar o Domingão da Família o sucesso que é hoje. 

 

Não deu outra. Já em sua primeira edição o Domingão 'chegou chegando'. Eu com esse meu vício incontrolável pelo microfone ou qualquer artefato que produza sons de grandes proporções, encarei a responsabilidade de apresentar o evento - e ao mesmo tempo matar a minha saudade do rádio, algo que eu havia deixado de lado há poucos meses. Pois uma medida adotada para alavancar a auto-estima do quatrobarrense não podia durante sua realização ser sonorizada apenas com músicas. Era preciso interação, ouvir as pessoas, fazendo com que elas , num processo de retro-informação, incentivassem-se entre si, de modo que pudessem extrair daquele momento o máximo possível. Mas ser apenas eu próprio, não bastava. Estou, temporariamente, revestido do aparato do sistema. Não há como negar esta condição estando à frente do poder público. Então, um secretário municipal - em que pese o detalhe de ser sobrinho do prefeito e marido de vereadora - empunhando o microfone ao longo de uma animação de festa só podia soar como pura politicagem. As pessoas iriam me odiar, antes mesmo de provarem a essência do Domingão. Mas três curtíssimas palavras resolveram este problema: "Ô lôco, meu" - parafraseando justamente ele, o Faustão!

 

Já se passarem 18 edições. O Domingão da Família consolidou-se como patrimônio cultural de Quatro Barras. Outros municípios, com base em nossa invenção, tentaram criar seus próprios formatos e promover a alegria para os seus povos. Porém, na Joia Rara do Paraná, o pioneirismo do programa é igual a Coca-Cola: para matar a nossa sede de diversão, ele tem uma fórmula secreta, cujo a química está guardada a sete chaves. Mas não num cofre. E sim, no coração de cada um que faz o Domingão da Família acontecer. 

 

Em 2012, este trabalho irá se intensificar. Mas não se esqueça: ele não pode parar. Porque para transformar a sociedade, não existe prazo definido. Apenas é preciso começar. 

 

Obrigado, Quatro Barras, pelo unânime reconhecimento. 

 

 

 

 

Tópico: Edição especial de Natal do Domingão da Família distribui mais de 1600 brinquedos

Data: 20/12/2011

De: Iria Tolardo

Assunto: Criança Feliz

Presenciei o evento, parabés.Com minha humilde experiencia de vida e conhecimento eu acho que é por ai os acontecimentos as crianças se divertem interagem, ganham o presente se alimentam presenciam e vivem o espirito natalino com musicais e presença do papai noel tão ausente e carentes, suas cabecinhas ficam marcadas e com a cooperação da familia podera ser aproveitado culturalmente. La na frente vão lembrar deste dia quando estiverem crecidas e escolherão seus caminhos.Arede globo precisa descobrir e por na midia BRASIL BONITO.........
Bjosss..... filhote.... te amo......

Novo comentário