Jovens: chegou a vez deles. Poder público intensifica atenção aos mais novos formadores de opinião da sociedade

04/04/2012 10:57

 

Do Jornal Folha do Itupava

 

PEC - Praça do Esporte e da Cultura será construída no Jardim Menino Deus.

Atendimento à reivindicação história prova que mais do que nunca, o jovem

está conquistando o seu espaço.

 

 

Movimentos como a luta contra a ditadura, eleições diretas e até mesmo o impeachment presidencial só existiram e tiveram êxito em favor da sociedade brasileira graças a coragem de milhares de jovens que, movidos por seus ideais, fizeram com que suas vozes ecoassem o desejo de toda uma geração. Foi assim, que pouco a pouco em nosso país, a democracia conquistou o seu espaço.

É o caso de Quatro barras, lugar em que como nunca antes observado na história, o jovem tem sido alvo de muitas das prioridades do poder público. Atividades esportivas, culturais, promoções de eventos e construção de espaços públicos de lazer são algumas das iniciativas da prefeitura que favorecem o convívio, a sociabilidade e, principalmente, a valorização deste público.

Um dos mais recentes exemplos está na pista de skate que será construída no centro da cidade, na Praça Raulino Alves Cordeiro. O projeto teve início após a manifestação de praticantes da modalidade. Mas nada de mobilizações públicas. Neste caso, o pontapé inicial, foi o diálogo.

“Recebemos os skatistas na sede da secretaria. Definimos em conjunto os padrões do projeto que está quase pronto”, conta o secretário de Cultura, Esporte e Lazer de Quatro Barras, Fernando Cunha. “O próximo passo será a licitação da obra, que deve ser concluída até junho”, afirma o titular da pasta de Planejamento Urbano e Obras do município, Cleverson Fortes.

Para o skatista André Tavares e um dos principais líderes do movimento que iniciou as conversas, este novo contexto envolvendo o jovem quatrobarrense reflete o momento que a cidade vive. “A semente foi plantada. Fomos ouvidos e aquilo que por muitos anos lutamos, finalmente deixará de ser discurso e sairá do papel”, declara.

Para o secretário Fernando Cunha, o projeto da pista de skate simboliza o espírito democrático da administração que está à frente do município. “No final de 2011 o prefeito Loreno Tolardo direcionou aos vereadores uma emenda individual de 20 mil reais. Foi a primeira vez que um prefeito fez isso em nossa cidade. Dos nove parlamentares, quatro deles – Olair Lago, Daniela Ribeiro, Siddinei Pelé e Roberto Carlos – por consenso resolveram somar suas quantias e destinar 80 mil reais para a obra. A coisa já começou do jeito certo”, avalia.

 

Reunião definiu o projeto da primeira pista de skate que será construída em 

Quatro Barras, na Praça Raulino Alves Cordeiro. Projeto está prestes a ser

licitado. Obra deve ficar pronta até junho.

 

Praça da Juventude

Outra novidade que favorece o público jovem em Quatro Barras, além de todas as outras faixas etárias, é o projeto da Praça dos Esportes e da Cultura (Praça do PEC, originalmente denominada Praça da Juventude). Há alguns dias, o prefeito Loreno Tolardo assinou a minuta do contrato para a implantação da obra, que será construída na já existente Praça Professor Marcos Tamanini, no Jardim Menino Deus.

A academia ao ar livre, a biblioteca e o telecentro - prestes a serem inaugurados e já instalados no local - serão preservados e adaptados em meio aos outros equipamentos que farão parte do complexo. O novo espaço irá abrigar outra pista de skate (além da que será construída no centro da cidade), cine teatro, unidade do CRAS, salas para cursos, mesa de jogos e pista de caminhada.

“Esta obra vai transformar a Praça do Menino Deus, oferecendo uma infraestrutura como nunca se viu antes. Será um espaço de lazer, qualificação, cultura, esporte e entretenimento sem precedentes, aproximando todas as pessoas, inclusive a juventude”, diz o prefeito.

O convênio foi firmado com o Ministério da Cultura e a Caixa Econômica Federal, e vai somar investimentos de R$ 2 milhões. A área construída será de 3 mil metros quadrados. O próximo passo agora será a autorização da Caixa Econômica Federal para abertura do processo licitatório.